sábado, 19 de maio de 2012

TWC :: Chapter 5,

5. I have to see the true friends 

WHAT? Demi, Demetria, a Lovato? Como era possível? Fiquei me perguntando por um tempo tentando "entender" aquelas palavras, aquilo tudo. Era impossível, Joseph Jonas se apaixonando e ainda mais, pela Demetria? Não, eu não podia acreditar e eu nem entendia. Ele podia ter a menina que for, mas tinha que querer justamente a Demetria? 

- O que? Por que ela sendo que você pode ter muitas meninas um estralo de dedos pedindo para ficar com você. E olha que daria uma fila gigante. - fiz gestos com minhas mãos - Por acaso, você é idiota? Para que você foi se apaixonar? - perguntei confusa e irritada.  
- A gente não escolhe para quem se apaixonar, Selena. Você sabe muito bem disso. Você é apaixonada pelo Justin e ele por.. você. - disse Joseph me olhando confuso com a minha pergunta.  
- Eu sei que a gente não escolhe, Joseph, mas... - eu não entendia, nem sabia como explicar - Eu e Justin somos diferentes. Para que falar do meu relacionamento, sendo que o seu que estamos discutindo? - perguntei o olhando, logo revirando os olhos, vendo se havia pessoas ai.  
- Epa, nem vem. Quando a gente fala dos outros, é fácil, como me criticar por estar apaixonado sendo que você sabe como é esse sentimento. Agora, quando o assunto é você, simplesmente quer fugir? Ainda mais do seu melhor amigo? O que houve, Selena? - perguntou reparando alguma coisa errada comigo. Damn, ele tinha que me conhecer tão bem? 
- Não é nada. Eu só... Droga, Joseph. - exclamei, sentando no chão mesmo, estava cansada - Não vai sentar? - perguntei olhando para cima e vi ele ainda de pé.  
- Você não está com nojo de sentar no chão toda suja, como você diz? - me perguntou não acreditando que eu estava fazendo aquilo.  
- Não. Eu realmente preciso desabafar com alguém, e esse alguém é meu melhor amigo, não acha? - perguntei dando um sorriso de lado. Ele se sentou ao meu lado, suspirei - Justin esqueceu do nosso aniversário de três meses de namoro. - confessei - Isso me deixou chateada, Joe. Faz três meses que estamos juntos e ele simplesmente esquece essa data? É imperdoável. - deixei algumas lágrimas escaparem.  
- Seleninha, não fica assim. - ele me abraçou de lado - Eu sei como você se sente. - eu o olhei confusa - Para falar a verdade, não, mas... é um caso a parte, certo? - assenti e olhei para o nada, ainda abraçada à ele - Olha, eu sei que Justin é um tipo de garoto totalmente diferente de mim, então, eu acho que... Quer mesmo a minha opinião? - eu assenti e ele respirou fundo - Ele não é um cara certo para você, pequena. Não é só porque meu irmão é totalmente apaixonado por você, mas é...  
- Como assim seu irmão é totalmente apaixonado por mim? - gritei o interrompendo.  
- O que? Eu disse isso? Quem disse isso? Eu não disse nada. Sabe, continuando, eu acho que o Jus...  
- Para de mentir, Josepino. - gritei, o interrompendo de novo - Eu sei muito bem que quando você está mentindo, fica falando assim, fazendo um monte de pergunta que apontam para você. Quem é apaixonado por mim? - perguntei entredentes.  
- Não é ninguém, deixa eu continuar, vai.  
- Não até antes de você me contar a verdade. Anda, fala logo ou eu vou sair daqui agora! - falei um pouco mais calma e decidida. Ele suspirou derrotado.  
- Hm... deixa eu ver. Miley é apaixonada pelo Nick, Nick é apaixonado por você e você pelo Justin. Fim da história. - ele sorriu como se nada tivesse acontecido.  
- O que? - foi a única coisa que eu consegui dizer.  

Nunca, Miley nunca havia me falado que era apaixonada pelo Nicholas e agora, vem o Joseph e me fala? Cadê a parte que é melhor amiga, confiamos uma e na outra, não temos segredos? Pelo menos, Joseph estava sendo sincero comigo, não estava escondendo isso de mim. Eu queria agradece-lo, mas não conseguia, não agora. Admitir para mim mesma que o menino que a minha melhor amiga é apaixonada está apaixonado por mim é... horrível. Eu me sinto tão... suja. Para mim, Miley gostava do Liam, só pelo beijo que eles deram, mas pelo jeito estava enganada.  

- Desculpe, eu não queria falar nada, mas você insistiu. - ele disse erguendo os braços. 
- Tudo bem... - suspirei - Ela te contou? - perguntei, num tom de tristeza  
- Não. Eu deduzi. Dá para ver nos olhos dela, Selly. Você não vê? - me perguntou olhando em meus olhos.  
- Não, eu não... não ando com eles. E faz tempo que Miley não me conta sobre isso, tipo, sobre sentimentos. Eu achava que ela era apaixonada pelo Liam. - confessei.  
- Eu também achei. Ou ela usa uma mascara muito bem para disfarçar a paixão pelo Liam ou ela realmente está apaixonado pelo Nick. - disse dando uns olhares para frente, observando os outros alunos, vendo se eles estavam "espionando" a gente.  
- Hm, é... - concordei - Termine de me falar sobre o Justin.  
- Ah sim. Então, eu acho que ele é aquele tipo de cara que vai te deixar quando surgir um problema. - eu rapidamente o olhei confusa, e ele continuou - Desculpe, Selena, mas é o que eu acho. Você lembra das outras namoradas deles como ficaram? Com o coração partido, achando que tinha achado alguém que realmente o cara que as amava e que elas o amava.  

Eu me lembrava muito bem disso e eu temia caso isso acontece. Mas eu acreditava no amor que ele sentia por mim, acreditava em cada palavra dele, cada elogio e cada "eu te amo". Eu me sentia bem com ele, tanto quando o Joe. Porém, Joe era apenas meu amigo, um grande amigo. Eu não ia culpa-lo por ter a opinião que eu não tenho, mas eu não ficaria quieta.  

- Não fala assim do Justin. Dessa vez vai ser diferente e... 
- Diferente? - perguntou me interrompendo - Diferente a onde, Selena? Olha, eu sou seu amigo e nem todas as suas decisões eu vou concordar. Como por exemplo, esse seu namoro com ele. E você fica defendendo ele, sendo que ele ri quando os amigos dele falam mal de você. - aquilo havia me machucado, mas não estava acreditando.  
- É mentira sua, Joseph. Só pode ser mentira. Justin me defenderia assim como eu o defendo. - revirei, sentindo meus olhos ficarem embaçados. - Como você sabe se ele ri ou não de mim? 
- Todo dia no almoço ou nos intervalos, minha mesa é perto da mesa dele e dos amigos e eu não sou surdo, Selena, eu sempre ouço eles falando de você. Eu fico mal ouvindo e fico mal por eles falarem mal de você, eu não acreditava assim como você. Só que, agora eu vejo quem Justin é realmente.  
- É tudo mentira! - gritei - É uma das suas mentiras para me fazer pensar, só por causa da Demetria. Mas você não vê que é igualzinho? Ela é uma nerd que vai ficar com você e ser popular? É isso que ela quer! - falei um pouco alto.  
- Você não a conhece, Selena. Eu sou seu amigo e só quero o seu bem. Eu quero que você seja feliz, mas Justin não fará você feliz. - ele me olhou e balançou a cabeça - Eu vou indo, tchau. - ele acenou e saiu.  

Não sabia o que fazer, Joseph meu melhor amigo, uma das únicas pessoas que mesmo eu fazendo burrada, estava ao meu lado, agora estava praticamente me deixando. Como ele teve coragem de falar aquilo do Justin? Mesmo eu brigada com ele, eu não suporto as pessoas falando mal das pessoas que eu amo. E eu sei, tinha certeza que Justin não ia me deixar.  
Andei até as mesas novamente, só que parei no meio do caminho ouvindo uma gritaria. Muitas pessoas estavam em volta deles, claro, todos os alunos são um bando de curiosos que só pensam numa briga que nem deve ter importancia. Revirei os olhos e continuei andando até um banco.  

- ... você acha que pode tratar minhas amigas desse jeito, Justin? - ouvi uma voz familiar gritando com meu namorado.  

Rapidamente virei meu corpo, indo até o meio daquela roda. Eu simplesmente ignorava as pessoas que estavam no meio da roda, empurrando para ver o que acontecia. E ali, eu vi. Demetria gritando com o irmão, brigando para falar a verdade.  

- Você não é nada, Demetria. Acha que pode chegar em mim e dizer essas merdas? Quem você pensa que é? Acha que me conhece? - perguntou Justin, se achando o maioral.  
- Eu posso até não ser nada para essas pessoas, mas tenho certeza que sou uma pessoa que você se importa. - ouvi 'huuum' da pessoas mais nem liguei - Tenho certeza que você mesmo com esse seu jeito ignorante, você me ouve. E tudo isso porque seu sentimentos de irmãos ainda continua.  

Percebi todos ficarem confusos, menos eu. Eu ainda encarava Justin e Demetria que ambos se encaravam. Vi Justin com o olhar raivoso, misturado com mágoa. Nunca tinha o visto daquele jeito. E Demetria estava tranquila, como se tivesse aliviado o peso, mas ao mesmo tempo estava doendo para dizer aquilo.  

- Eu... eu estou aqui para te ajudar, Justin. Só quero o seu bem e o bem da minha amiga. - Demetria disse, parecendo amigável.  
- Que amiga? Por acaso Selena é sua amiga? - ele me olhou e logo voltou o olhar para a irmã - Eu acho que não, não é mesmo, Selena? - ele me olhou novamente.  
- O que? - perguntei, percebendo que mesmo que eu não quisesse, já estava na briga.  
- Você não é amiga da Demetria e nem sabe o que ela está falando, não é mesmo? - ele me perguntou olhando como se fosse para mim ajudar, sendo que eu não sabia o que fazer.  

Eu olhei para Demetria que pedia através do olhar para mim ajuda-la, contar a verdade, que eu sei o que eles estavam falando. Porém, Justin também me olhava, como se ele tivesse pedindo para falar que não e que eu fosse obrigada a fazer isso. Sinceramente, que lado eu estou? 

- Quer sabe? - eu disse olhando para todos da "rodinha" que havia se formado - Pode deixar que eu vou resolver isso, então, todos vocês vão embora daqui antes que eu bata em todos vocês. Andem, me deem licença para conversar com eles!  - pedi, com uma certa delicadeza e o bando de curiosos saíram - O que acont...  
- Demi! Você está bem? - perguntou Joe se aproximando e me interrompendo.  
- Eu estou sim, Joe. Obrigada. - percebi o sorriso meigo se formar no rosto de Demetria enquanto ela falava.  
- Joe, pode me dar a licença? Preciso conversar com eles. - pedi, ele apenas assentiu e saiu - Ótimo!  O que estava acontecendo para que vocês... brigassem? Pelo amor de Deus, vocês são irmãos, para que...  
- Como você sabe? - me perguntou Justin. É, eu havia falado sem pensar.  
- Fui eu quem contou para ela, Justin. - disse Demetria antes de mim.  
- Por que você contou para ela? - perguntou Justin nervoso.  
- Você ainda me pergunta?! Se eu não falasse com ela nunca ia conhecer a namorada do meu irmão, e outra, eu quero protege-la de você, pois eu te conheço muito mais do que você pensa, Justin.  
- Proteger a Selena? - ele riu - Desde quando, Demetria? Pelo que eu saiba, ela não é sua amiga, não é absolutamente nada de você e quer protege-la? Selena até praticou bullying com você e retribuiu com uma proteção? Tá maluca, Demetria? - perguntou Justin, mesmo que tudo que ele havia dito era verdade, eu me sentia mal por isso.  
- Sim e você sabe muito bem o motivo. - disse Demetria olhando para Justin que se calou na hora. 

Eu olhei aqueles dois seres na minha frente se encarando. Como assim? Tinha um motivo pelo qual Demetria tanto queria conversar comigo ou como ela mesma disse, "me proteger"? Sim, sempre tem um motivo, mas... qual?  
Eu estava tão confusa, não entendia. E eles perceberam que eu estava desse jeito e tentaram disfarçar para que pudessem me fazer esquecer do assunto. Eu não entendia mais o que eles diziam, apenas as palavras soavam em minha mente, me causando mais confusão. 
Me proteger? Para que isso?! Eu me perguntava. Não queria vê-los brigando, ainda mais irmãos, mas eu também não podia continuar ali. Dei as costas para eles e segui meu caminho para dentro da minha sala, onde me sentei de imediato.  
Por que aquele dia estava sendo tão difícil? Eu juro que achei que seria mais fácil, que seria o melhor dia, porém estava sendo o pior de todos. Não estava entendendo nada, minha cabeça parecia que ia explodir e eu não estava querendo falar com ninguém. Será que a única que eu confiei de verdade está escondendo algo de mim? Eu devia confiar em outra pessoa? 

- Oi. - disse Nicholas sentando na minha frente com um sorriso tímido, despertei meus pensamentos o olhando.  
- Oi. - retribui o sorriso, fazendo o sorrir mais. Desviei o olhar assim que percebi o modo que ele me olhava.  
- Eu ouvi a discussão ali fora, está tudo bem? - perguntou tentando parecer que se importava.  
- Claro que está. - disse por fim, não queria ninguém me falando que se importava, tudo que eu menos precisava era da pena dos outros.  
- Eu sei que não. - disse me olhando nos olhos - Seu olhar mostra sua tristeza, sua mágoa e sua dor. O que houve? - ele perguntou parecendo preocupado - Quer desabafar? 
- E para que eu confiaria em você? - perguntei querendo mesmo saber.  
- Não falo para ninguém e muito menos, digo que um dia você me chamou de nerd e praticou bullying comigo. - ele riu, porém eu fiquei séria.  
- Sofrer bullying é algo que machuca, Nicholas. - eu disse o olhando - Sei que eu te machuquei e você continua sendo tão... amigável comigo. Por que? - perguntei, ele desviou o olhar.  
- Porque eu me importo, assim como Demi e Joe, Selena. - disse finalmente olhando em meus olhos - Eles se preocupam com você porque te adoram, te conhecem. Eu sei como é se sentir só, mas você não devia. Demi é uma ótima amiga, você sabe disso. E também tem Miley, que além de ser super legal, ela te ama de verdade. Uma ótima amiga.  
- Eu sei que a Miley pode ser maluca e... exagerada, mas eu a amo tanto. É uma das minhas melhores amigas, mas eu... - suspirei - Eu queria que Justin lembrasse pelo menos o dia de hoje. - disse sentindo uma lágrima escorrer do meu olho direito - Eu queria que ele... que ele fosse sensível, que ele fosse mais compreensivo. Eu sei como ele faz me sentir bem, mas... ele não me conhece. - eu disse por fim, desabafando.  
- As vezes, é o jeito dele de ser. As vezes ele mostra que esqueceu só por.. falar?! Mas ele se preocupa de verdade com as pessoas que ele gosta.  
- Como sabe disso? Como o conhece tão bem quanto eu? - perguntei por fim, querendo entender.  
- Ele foi um grande amigo meu, Selena. Mas ele mudou muito depois que se mudou para cá, na mesma época de mim e dos meus irmãos. Ele era super legal, super gente boa, mas acho que a popularidade subiu na cabeça dele, por isso ele age desse jeito. Mas o verdadeiro Justin, você logo irá conhecer, ele logo voltará na nossa vida. - disse confiante, eu gosto de pessoas confiantes, fazem a gente se sentir melhor ou como elas. Sorri.  
- Obrigada. - disse sorrindo.  
- Por nada, sempre que precisar. - sorriu para mim. - Bem, - disse se levantando - daqui a pouco a professora chega e não vai gostar de ver a gente assim, conversando, então... qualquer coisa, me liga, você sabe o número do telefone de casa. - sorriu 
- Pode deixar. - eu ri e sorri verdadeira para ele - E obrigada de novo.  

Ele me olhou por último e saiu. Ah, como ele sabia escolher as palavras certas. Eu o adorei. Não era quem eu achava que era, ele era... muito legal e mesmo que a gente não se conhecesse muito, me ajudou. Ele era meu amigo. Sorri com isso.  
Olhei para frente e vi Justin me observando. Desviei meu olhar assim que percebi que eu o olhava em meus olhos. Ele não era quem eu pensava que era. Para mim, Justin era o príncipe lindo e maravilhoso, mas não, Nicholas fizera meus olhos abrirem para um novo Justin, que no qual, nunca tinha conhecido (ou achava que tinha aberto meus olhos). Eu sinceramente não sabia  
As aulas passaram rapidamente, (ainda bem) e agora eu já estava no portão da escola. Justin nem se quer, veio até mim, me pedindo desculpas, então esqueceu mesmo. Isso me machucava tanto, me magoava. E mesmo com tudo isso, eu ficava imaginando vários motivos, várias cenas e sempre acabava na mesma cena... eu e ele nos beijando. Sou tonta? Não, apenas apaixonada.  
Assim que entrei dentro de casa, o silencio reinava, parecia que ninguém se encontrava e escuro por causa das janelas estarem fechadas. Era melhor eu ficar quieta, sozinha mesmo, eu precisava disso, do silêncio, relaxar e pensar. Abri algumas janelas e subi para meu quarto.  
Me joguei em minha cama só colocando meu celular no criado ao lado. Fechei meus olhos lentamente, pensando, em quem sabe, algos que poderiam me fazer sorrir e me sentir novamente feliz, porém parecia impossíveis.  
Abri meus olhos ao ouvir um barulho irritante. Mesmo que fosse uma música que eu gostava, estava me irritando. Olhei na tela do meu celular e vi um número desconhecido, estranho para mim. Mesmo assim, atendi.  

- Alô? - respondi com a minha voz de sono.  
- Acabou de acordar, bela adormecida? - riu de mim uma voz masculina, me fazendo ficar brava e irritada.  
- Sim... - disse desconfiada - Quem é? - perguntei com um certo medo.  
- Eu né, sua tonta, Nicholas! - suspirei aliviada.  
- Ah, é você. - sorri - Como conseguiu meu número?  
- Simples, o José me passou. - riu, acompanhei ele.  
- Conheço muito bem o Joe, ele não é de entrar as coisas facilmente. O que você fez? - perguntei rindo. 
- Ah, sabe como é que é... Eu chantageei ele. - disse rindo - Eu disse que faria um encontro com a Demi se ele me desse o seu número. - riu, enquanto eu ria alto.  
- Ele aceitou numa boa?  
- Claro, ele está completamente apaixonado por ela.  
- E por que eles não estão juntos? - perguntei querendo saber, mesmo que algumas coisas não fosse tão interessantes para mim, mas estava curiosa.  
- Porque Joe tem medo de chegar nela e falar tudo que sente - revirei meus olhos - Segundo ele, tem medo da resposta da Demi, mas é quase certeza que ela gosta sim dele.  
- Eu também acho. - confessei - Vamos tentar juntar eles? - perguntei animada com essa ideia... tonta? 
- Oh, vamos sim. - sorri, ele parecia que gostou da minha ideia - Quando? 
- Semana que vem! Façamos algum jantar à eles, de preferencia romântico, com rosas e velas e pronto. Eles não podem desconfiar de nada. - parei por um instante - Ah, tive uma ideia! - exclamei e percebi Nicholas rindo da minha animação.  
- Diga senhorita animadinha. - sorri  
- Vamos dizer que vamos fazer uma tarde de filmes, mas nós dois não participamos. Deixamos os dois com o jantar rômantico, o que acha? - perguntei, afinal, a opinião dele valia tudo.  
- Pode ser. - sorri - Mas aqui em casa não dá, você sabe. - me alertou.  
- Hum, podemos fazer ai sim. - sorri sapeca - Ou acha melhor fazermos aqui em minha casa? Dou um jeito para que meus pais saiam, viajem e meu irmão eu mando para casa de alguém. - disse dando de ombros, acompanhada pelo riso de Nicholas, que fora... fofo.  
- É melhor que seja ai na sua casa, porque se fossemos tirar o Joe da minha casa, ele desconfiaria e como você quer que eles não desconfiem. - ele riu e o acompanhei  
- Tudo bem. - sorri - Você pode dar um jeito de chegar um pouco mais cedo, para que preparemos melhor a casa? - perguntei.  
- Claro. - suspirou derrotado, rindo logo em seguinda me fazendo sorrir.  
- Ótimo! - comemorei - Que dia mais ou menos fazemos isso? - perguntei.  
- Eu perguntei isso à você, lesada. - ele riu e fiz bico.  
- Não me chama de lesada, seu lesado. - eu ri, acompanhado por ele.  
- Tudo bem lesada. - me irritei, mas nem reclamei - Então, quando? 
- Acho que é melhor ser numa sexta, essa ou na outra?  
- Essa. - ele apenas disse isso.  
- Ok. - concordei - Sexta depois da aula, você aqui e a noite, Joe e Demi. - sorri sapeca - Até amanhã e obrigada.  
- Pera, não desliga. - ele pediu - Quero saber como você está. Está melhor? - ele perguntou parecendo preocupado. Achei fofo da parte dele.  
- Eu estou bem, sim. - sorri, logo suspirei - Acho que amanhã vou acabar meu namoro, talvez seja melhor. - confessei, talvez precisasse tirar um pequeno peso de mim.  
- Hum, mas fique bem, ok? Independente do que você for fazer. Se sinta bem de novo, não o deixe fazer isso com você. - sorri.  
- Pode deixar. Vou desligar, preciso fazer a tarefa da escola. - revirei meus olhos, quem diria que eu dizeria isso à ele.  
- Tudo bem, beijo e se cuida. - eu ri.  
- Ok papai. - ri de novo, acompanhada por ele - Beijo. - desliguei.  

Suspirei, pelo visto, alguém que realmente se preocupa comigo. Nicholas não era do jeito que eu achava que ele era. Era apenas um garoto que se preocupa com as pessoas à sua volta. Ele é como Joseph, porém não liga para a popularidade, para o que os outros pensam dele e muito menos, pelo que falam. Apenas é ele mesmo. Gostei de seu jeito, confesso.  
Sorri sozinha e coloquei meu celular no criado quando vi um vulto na minha frente.

...

Gostaram?! *-* Espero que sim \o/
Enfim, não deu para mim terminar de responder os coments, mas saibam que eu os amei de verdade, fiquei muito feliz. Irei responde-los logo, e quem sabe, amanhã mesmo. Vou tentar ao máximo. 
Quem leu a minha postagem anterior vai saber o motivo de eu não ter postado e tals. E que também, talvez, amanhã eu poste mais capítulos, já que estou meio que devendo hihi. Me perdoem pela demora, sério. Vou tentar recompensar vocês com uma nova mini web, o que acham? Haha. 

Muito obrigada por tudo, meus anjos. Fico muito feliz que vocês continuam entrando aqui, lendo minha web, pois significa muito para mim. Amo muito vocês, de verdade *-*. Fiquem com Deus e que Ele vos iluminem. Kisses my little angels. 

19 comentários:

  1. PERFECT >.<
    LALALALALALALA EU PREVEJO QUE A SELENA VAI SE APAIXONAR POR ALGUÉM LALALALALA
    Own o Joe apaixonada e foi ver como a Demi estava owwwwn

    Posta logo, please >.<
    Beijooooos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AAAAAAAAAAAAAAAH PRIMEIRA AAAAAAAAAH
      aaaaaah

      Excluir
    2. KKKKKKKKKKKKKKKK, ee Mylena, você e suas previsões u.u *-----* kkkkk, mas quem sabe u.u Né kkkkkkk, *-*. Mil perdões mela minha longa demora '-'. Saudade da apaixonada pelos Jonas, Lovato, HP, você entendeu u.u *-*. Obrigada por tudo, beeijos diwa ~

      Excluir
  2. Respostas
    1. Awwn obrigada, fico feliz *-*. Já irei postar, desculpe a demora '-'. Obrigada por tudo, beijos ~

      Excluir
  3. aaaah to morrendo praa o proximo post a historia tá lindaa aaah tomara ki o justin se entenda com a selena não gosto dela como nick rs jbks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Heeey, Carine, desculpe pela minha longa demora '-'. Awwwn, obrigada, fico feliz *----* KKKKKK, bem, por favor, só não fique brava porque não vai ter muita coisa Jelena. Eu acho fofo os dois, mas no momento, a fic é Nelena, desculpe '-'. Obrigada por tudo, beijos ~

      Excluir
  4. Nossa quase cai na cadeira Fannyh. Eu estava arrumando meu afiliados até ver que você postou, meu painel não está atualizando o seu blog e Beilieve In Me. Eu estou triste demaaais =|
    Mais o capitulo está perfeito demais, eu amei mesmo mesmo mesmo mesmo =p O Joe tudo preocupado, uiui *-*
    Amei demais e faça o favor de postar logo viu *-*

    Um Beijo ;*
    Mirela Barbie Bass.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKKKKK, wow Mirela, desculpe por estar rindo, mas foi engraçado u.u, não machucou não, né?!Eu sei como é, meu blogger também não atualiza certos blogs, o que me deixa com raiva :@. Mas tudo bem, acontece u.u KKKKK, fica calma, ok?! Awwn, obrigada, fico feliz, de verdade *----*. KKKKKKK, ui kkkkk. Me desculpe pela demora, serio '-' Obrigada por tudo, beeijos diwa '

      Excluir
  5. Tags pra você

    http://jemifanfic-like-i-never-loved-you.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awwn, obrigada Laaura *-*, fico feliz, muito obrigada por tudo, beijos diwa '

      Excluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Respostas
    1. Heeeeey, leitora nova *-*, seja muito bem-vinda ao blog *---*. Espero que esteja gostando u.u *-*. Obrigada por tudo, beeijos diwa '

      Excluir
  8. AAAAAAA PERFEITOOO
    tudo perfeito
    Posta pliiss
    Mega anciosa
    Kkkk (by: Ellenn)

    ResponderExcluir
  9. Oi gatinha! Tudo bem?
    O concurso de afiliados do Let's celebrate já está aberto!
    Você está participando!
    peça votos aos seus leitores...
    Beijinho!
    Letícia.
    (jemi-thewayiloveyou.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  10. Flor pode divulgar pra mim =) ?

    http://jemi-jemistories.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. AAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHHHH CAP PERFEITOOOOOOOOOOOO!!!!!
    oioioi leitora nova \Õ
    comecei a ler suas fics ontem e estou viciada,elas sao mt divas!!
    amei o cap mt lindo.nickito super fofo *-----*
    POSTA LOGOOOOOOO PLEASE!!bjim bjim flor s2
    by:Tata

    ResponderExcluir
  12. Oiii amr, eu sou do "Ghost of you" e acabei de abrir um blog novo de fic... *---* pode divulgar, linda?

    http://gotta-to-be-you.blogspot.com.br/

    Obg'

    Kisses&hugs

    ResponderExcluir

Did you like? I hope so. Tell me what you think about it. I will be happy *-*
Thanks, xoxo.